Chef Liberato Pereira

Por: Email Author

Zuppe Cozinha Italiana tem a assinatura do renomado Chef Liberatto e já nasce com mais de 30 anos de tradição e diferenciais competitivos

 

O segmento de alimentação ganhou uma nova marca. É a Zuppe Cozinha Italiana que será inaugurada no final deste ano, na Praça do Entroncamento em Recife, Pernambuco. A cozinha tem a assinatura e será comandada pelo famoso chef Liberato Pereira, que já atuou nos renomados restaurantes La Tambouille, Gero, nos Grupos Leopoldo e Fasano, além de ter trabalhado com chefs como Erick Jacquin, Silvio Lancellotti e Gian Carlo Bolla, entre outros. Nos últimos cinco anos, comandou o cardápio e a implantação de quase 30 unidades de um grupo franqueador forte do Norte e Nordeste, com quatro marcas presentes em quase todo o País.

 

Os sócios: Liberato Pereira (chefe de cozinha) e Tancrêdo Menezes (diretor de franchising), garantiram a entrevista exclusiva de lançamento para nossos leitores, que poderão aproveitar a oportunidade de ingressar em uma rede que já nasce forte, embasada no tripé de quase 30 anos em gastronomia, gestão de franchising e suporte de implantação e logística.

Cardápio assinado

A Zuppe Cozinha Italiana já nasce com a experiência e a assinatura de um profissional autodidata, Chef Liberato, pernambucano que foi para São Paulo ainda nos anos 80 para ajudar a família que já trabalhava em restaurantes renomados da cidade. Esta vivência em todas as áreas: salão, cumim, garçon, maitre, ajudante de cozinha, até chegar a chefiar equipes restauranters de alta performance ao lado de grandes nomes da gastronomia brasileira e internacional, garante suporte e treinamento de primeira para os novos franqueados que ingressarem na rede. "A Universidade Zuppe vai funcionar na unidade piloto de Recife. Todas as equipes serão rigorosamente treinadas por mim, para manter o padrão de cozinha, apresentação e atendimento ‘cinco estrelas’. As massas e molhos frescos serão de fabricação própria e distribuídos já prontos para as unidades, o que facilita a operação da rede. Nossa cozinha e rotisseria será um ponto de encontro gastronômico em cada cidade que implantarmos as unidades ‘salão’, além de termos a preocupação de manter um ticket médio acessível, sem perder em qualidade e charme", garante Liberato.

A marca e conceito com responsabilidade social

O resgate da marca Zuppe é um dos diferenciais competitivos que a nova rede terá, pois o recall da marca que brilhou por mais de dez anos, ainda persiste na lembrança do público, de forma muito positiva. O nome escolhido para a rede faz alusão à pizzaria que foi sucesso na década de 80, na Rua do Futuro.

A concepção da marca e a gestão de franchising da rede foi desenvolvida pelo especialista no segmento Tancrêdo Menezes, que está a frente da Proje­tta Franchising há mais de 6 anos. A holding trabalha no desenvolvimento e na expansão de marcas próprias, além de assessorar outras redes franqueadoras. A empresa cria e desenvolve modelos e oportunidades de negócios, com o objetivo de gerar valor e crescimento para seus investidores e clientes.

Segundo os empresários, "a franquea­dora ficará à frente e ao lado dos franqueados na implantação das unidades. O layout e controle de custos de obra é de responsabilidade de uma construtora já homologada e com mais de 30 anos de experiência. Nosso projeto de instalação e ambientação atende aos mais modernos requisitos de preservação e respeito ao meio ambiente. O forno à lenha vai operar com matéria-prima certificada pelo Ibama e pela Vigilância Sanitária, fabricada com briquete, o último bagaço da cana-de-açúcar que transforma lenha em combustível com baixa quantidade de CO2 ; nenhum tipo de gordura será depositada na rede pluvial porque o sistema construído se encarrega de filtrar a gordura que será selecionada e doada para as empresas que trabalham no reaproveitamento desse tipo de produto; e, por fim, um sistema de captação de água vai reservar a água da chuva para ser usada nos jardins e nas descargas sanitárias dos banheiros do restaurante."

Perfil empreendedor

Os novos empreendedores que podem ingressar na rede, terão a seu favor toda a experiência e bagagem que já é marca registrada Zuppe. "Nossos franqueados terão a capacitação garantida pelos profissionais especialistas da holding. Nos interessa ter como parceiros pessoas com a capacidade de investimento, mas que, acima de tudo, gostem de lidar com a operação de suas unidades", afirma Tancrêdo e continua, "se nosso futuro franqueado já for do segmento de alimentação, sabe que é fundamental ter o perfil de quem gosta de ‘colocar a barriga no balcão’, e, se estiver ingressando nesse mundo da gastronomia, ele terá a garantia da assinatura e exp­eriência do que há de melhor no segmento".

Uma das características fundamentais para o perfil desse novo empreendedor, conforme os sócios da Zuppe, é a capacidade de aprender sempre. A gestão do restaurante será feita por um software de última geração, o que facilita a operação e garante ao franqueado o foco no atendimento e na manutenção dos produtos, diferencial que será renovado sempre. "Pretendemos renovar o cardápio periodicamente, e, trabalhar a sazonalidade de insumos e ingredientes criando festivais temáticos que propiciam aos nossos clientes a experiência agradável de aproveitar receitas especiais, como por exemplo, bacalhau, camarão, lagosta, e outros temas e produtos por temporada. Isso agrega a lucratividade para os franqueados, já que nosso cardápio permite esse plus.

Gestão da rede e das unidades

Uma das preocupações da Pro­je­tta foi facilitar a gestão das unidades. "Depois de uma pesquisa rigorosa entre os fornecedores de softwares de gestão de restaurantes, escolhemos o Menew, a nova suíte de produtos Mvarandas, que oferece tecnologia para a gestão de todos os nossos processos. Além de ser uma experiência inovadora e atrativa para nossos clientes, é, principalmente, a integração de canais on e off line", explica Tancrêdo.

A Mvarandas Tecnologia oferece soluções de tecnologia de gestão a restaurantes, bares e similares há 20 anos. Já entregou soluções há mais de 2.000 pontos de vendas no Brasil. A suíte de softwares Mvarandas contempla, de maneira 100% integrada, todos os setores do restaurante. Desde o caixa com telas intuitivas, garçons com tablets, impressoras e monitores recebendo os pedidos na cozinha, os estoques dos produtos sendo controlados, o fluxo financeiro e bancário administrado, e o gestor do restaurante pode acompanhar tudo em tempo real no seu tablet ou smartphone. Nos últimos anos, através de parceria estratégicas de inovação com Intel, Microsoft e, Cielo, a empresa vem construindo soluções que proporcionam a interação do consumidor com os restaurantes. "Criamos produtos como o Cardápio Digital (tablets na mesa em substituição ao cardápio convencional com opção de o consumidor fazer seus pedidos); e-commerce (através de um site responsivo o consumidor faz seu pedido, paga e este chega direto na cozinha do restaurante). Os negócios, de uma forma geral, vivem momentos bem diferentes do passado, por conta do impacto da tecnologia em absolutamente tudo que o consumidor faz, pensa decide, ou nem imagina. A Mvarandas entende que este consumidor é o elo mais importante da cadeia de produção e deve estar no centro dela para que os restaurantes possam ter novos e melhores resultados", explica Marcus Varandas Filho, diretor Executivo.

Modelo de negócio

O restaurante Zuppe tem projeto de expansão em regime de franquias, no formato Express, com investimento a partir de R$ 360 mil para cada loja, com baixo investimento, baixo risco e com uma reduzida equipe de trabalho. A proposta é que essas unidades vendam alimentos que já cheguem prontos, fabricados, preparados e acondicionados pelo Centro de Distribuição da matriz. A expectativa dos sócios é crescer em espiral e chegar, nos primeiros três anos, em toda a Região Metropolitana do Recife, composta por 14 cidades, e, em cinco anos, ao interior de Pernambuco e a outros estados do Nordeste.

 

 

 

 


Leia mais sobre ZUPPE COZINHA ITALIANA e solicite mais informações.