Notícias das franquias


09/11/2015

Empreendedorismo e inovação

Com o foco em diversos nichos de público e um mix de serviços diferenciado a nova rede Depileria CERA & CIA garante rentabilidade testada na prática


 

Diferente do comércio em geral, e de outros setores da economia, no segmento da Estética e Beleza, a estagnação não aconteceu. Segundo dados de vários empresários do setor, o fluxo nas unidades não caiu e, o crescimento na maioria das redes consultadas, não diminuiu. Os números do estudo realizado pela ABF - Associação Brasileria de Franchising, que retrata o crescimento do setor no primeiro semestre de 2015, confirmam: entre os 11 segmentos classificados pela entidade, o que mais cresceu em relação ao mesmo período do ano passado, foi o de Esporte, Saúde, Beleza e Lazer que alcançou faturamento 24% maior. É nesse cenário que a Revista Franquia & Global Opportunities fala, com exclusividade, com o responsável pelo lançamento de uma nova marca de depilação que promete inovar o mercado. Um dos principais players do segmento, Gustavo Andare, presidente da Andare S. A., que detém as marcas Esmalteria Nacional – a maior rede Nail Bar do mundo, a Serafina Estética e a Escovar– escova express. Segundo ele, os números do Grupo também se mantiveram crescentes. Esse fator, aliado a demanda detectada no consumidor, fizeram com que o empresário lançasse a nova rede Depileria Cera & Cia.

"Não acredito em estagnação no nosso segmento. E isso é um reflexo direto, primeiro, de uma proteção pessoal do nosso consumidor, ou seja, nosso público entende que precisa se manter no mercado de trabalho, as mulheres, principalmente, precisam cuidar de sua apresentação pessoal. É seu marketing pessoal – e para garantir sua colocação, é preciso se manter bem cuidada (unhas, sobrancelhas, buço, cabelo etc). Isso acaba impactando diretamente no nosso mercado e, em segundo lugar, existe o fator compensação. Já que as pessoas estão se privando de algumas coisas, cortando custos mensais, diminuindo saídas de lazer, frequência de viagens, compras, pelo menos, os cuidados pessoais são mantidos em alta para que homens e mulheres se sintam bem consigo mesmos", afirma.

Nesse momento de corte de custos nas empresas e demissões, os profissionais muitas vezes não tem tempo e nem acham vagas para se recolocar no mercado de trabalho. Capitalizados, esses profissionais migram para franquias, são os novos empreendedores que, por conta da segurança e de toda a informação disponível para ser acessada, entendem que nas franquias vão poder se arriscar menos e ter muito mais sucesso. Os segmentos que mais crescem na crise, e que precisam de um investimento menor são os mais procurados. Assim, esse novo empreendedor pode se tornar mais do que um operador e vai se transformar em um gestor treinado por suas redes. Essa é a missão do franchising.

 

Nasce uma nova rede

A depilação mudou muito de alguns anos para cá. Antes, o padrão era a cera. Depois, a grande novidade era a luz pulsada, que se disseminou durante algum tempo, mas, para o biotipo da brasileira não deu o resultado esperado, que era uma depilação definitiva e sem dor. Isso não aconteceu, pois somente para peles muito claras como as das européias, por exemplo, esse resultado se cumpriu. Foi uma decepção. Hoje o laser resolve como técnica definitiva e sem dor. A operação da Depileria Cera & Cia redefiniu o mercado e reuniu todas essas tendências. A rede agrega todas as técnicas que o consumidor procura e aprova, desde cera, linha e laser até a máquina para o público masculino - de uma forma acessível e segura.

"Novamente, chegamos para criar uma transformação. Nos serviços de depilação, é imprescindível manter padrões rígidos de higiene e segurança, mais um diferencial da rede. Hoje estamos provocando a mudança que fizemos, há alguns anos, no mercado de unhas, quando padronizamos técnicas e processos de higiene e segurança seguindo todas as normas da Anvisa e de saúde", declara o franqueador.

Foco no público

A depilação no homem, hoje, passa pela higiene pessoal e vai até a vaidade. Ela é feita com as técnicas de lazer, maquininha, e também focada na alta performance de esportistas. Segundo Gustavo, a rede oferece um espaço dedicado para esse público, também.

Oferecer um serviço diferenciado, mantendo preços acessíveis para atingir um público que trabalha e tem sua autonomia financeira, esse é o dia-a-dia da rede. "Nosso público está acostumado a pagar suas vontades. Isso atinge homens e mulheres que fazem parte das classes mais simples até as classes mais altas", define o empresário, e continua "nossa estratégia para desenhar a nova operação da Depileria passou por um laboratório de teste de um ano de duração. Em parceria com uma de nossas franqueadas, Caroline Kern, que era dedicada a esse mercado como franqueada Capim Limão, desenhamos a quatro mãos a Depileria Cera & Cia. Hoje, nossa flagship store é nossa primeira unidade franqueada, é a Unidade Modelo / Alphaville-SP. Nesse período de teste, validamos todas as técnicas e tendências do mercado com a ajuda de Caroline. Agregamos, inclusive, outros serviços como procedimentos estéticos não invasivos, sem onerar o investimento inicial. Somamos a esse mix de serviços testados todo nosso knowhow de franqueadora, com o estudo de branding, imagem, marketing, formatação de padrões e gestão do negócio.

Rentabilidade em alta

A Unidade Padrão tem uma performance melhor, por volta de 30% a mais do que uma unidade tradicional de depilação, esse foi o resultado da pesquisa concretizado na parceria franqueado e franqueador. "Ao agregar serviços, não geramos a necessidade da compra de equipamentos caros. O novo franqueado não vai precisar fazer um grande investimento inicial. Mantivemos a operação no patamar de uma microfranquia. A solução foi a de adequar procedimentos de gestão. No segmento de estética, as técnicas se renovam muito rapidamente, oferecemos procedimentos de ponta, dentro das mais novas tendências do mercado, sem ficarmos presos a um ou outro equipamento caro ou obsoleto, que perde o valor em um curto espaço de tempo. Negociamos a locação desses equipamentos com as melhores taxas para a rede, locações diárias, quando existe uma agenda a ser cumprida", explica Gustavo.

O investimento para abrir uma unidade Depileria é a partir de R$60 mil, com um ponto que não precise de reformas imediatas." A unidade estará em funcionamento em até 45 dias, pois usamos kits de adequação, o que nos dá uma agilidade operacional muito grande para implantação", garante. "Hoje, não existe um investimento que renda em torno de 10% do capital investido, mensalmente. Somente uma franquia, que além do resultado financeiro, oferece ao franqueado a oportunidade de se transformar em um empresário, de virar referência em seu bairro, ou em sua cidade, e, principalmente em gerar satisfação pessoal, liberdade, qualidade de vida e realização profissional.

Maturidade na rede

"Tivemos um crescimento muito rápido. Nesse período, passamos por uma instabilidade de saber como lidar com a rede. Aprendemos com esses erros. Hoje, sabemos onde estão e como escolher certo nossos parceiros e nossos franqueados. Fui um franqueador que não ouvia a rede, hoje isso reverteu em experiência e entendemos que as mudanças acontecem muito rápido, se não acompanharmos essas tendências de perto, junto com nossos franqueados, ficamos para trás. Não só ouvimos, como nessa experiência com a franqueada de Alphaville, comprovamos que esse é o caminho certo.Investimos 100% do resultado desse crescimento na estrutura da empresa e estamos colhendo os frutos.

Nossa equipe, hoje, entrega com eficiência e qualidade. Suporte, acompanhamento operacional, pesquisa de mercado, marketing e gestão. Somos uma franqueadora como poucas são. Corremos atrás para isso", relembra o franqueador.

Para Gustavo, que, há três anos, lançava a primeira Nail Bar do Brasil com um case de sucesso e um boom de crescimento, o desejo e a vontade de estar sempre mudando continua. "Hoje tenho muito menos o que mudar, mas a vontade de fazer a diferença continua. Caminho para ser a maior rede franqueadora do Brasil". Cheguei a ter mais de 300 unidades, passamos por um período de saneamento dentro das redes. Mudamos e mantivemos ao nosso lado somente quem tem o perfil, gosta e se identifica realmente com a marca. Agora temos 278 unidades em funcionamento, não parei de crescer e o nível de satisfação das redes é alto e está crescente. Fazemos essa pesquisa bimestral e o resultado é positivo.

Nossa meta é fechar o ano de 2015 com 20 unidades da Depileria, e pelo menos oito em funcionamento. Para isso, o franqueador garante ter técnicas e estratégias que geram cadastros e buscam os interessados. "Foram quase cinco anos de estudo para chegar a essa logística em forma de tecnologia para o nosso departamento de marketing para franquias e consequentemente para expansão", comemora.

O franqueador espera aproveitar o momento positivo para o segmento e diz estar preparado para, a curto prazo, incrementar e melhorar a qualidade de seus cadastros de interessados em suas marcas. " A partir da implantação de algumas novas técnicas que já aprovamos, vamos melhorar a qualidade de nossos próspects e a conversão em franqueados de valor e com o perfil adequado será quase o dobro do que temos hoje.

O empreendedor e sua missão

O empresário Gustavo Andare entende que, muito além de transformar os mercados onde atua, transformar pessoas é uma missão.

E, caminha a passos largos para alcançar essa meta. "A grande maioria das pessoas que ingressam nas nossas redes tem, na franquia, seu primeiro negócio. Também, a maioria das pessoas que entram em qualquer uma de nossas unidades, vão em busca de transformação pessoal. Esse é o nosso trabalho, transformar empreendedores em gestores de sucesso para que eles transformem de forma agradável e feliz a vida de seus clientes", completa.

Ser um franqueado de sucesso

Conforme Gustavo, para se ter uma franquia de sucesso, o caminho é trabalhar, trabalhar e trabalhar mais um pouco. "Com uma franquia nas mãos, onde o negócio já vem formatado, pensado e testado, ‘você não vai inventar a roda, mas vai fazer ela girar’. A grande missão do franqueado é fazer realmente acontecer. Não é porque a operação está pronta para funcionar que é garantia do sucesso. O divisor de águas entre uma unidade dar certo ou não é o comprometimento do franqueado para gerir a equipe, liderar pessoas, estar a frente da gestão do negócio com empenho e vontade", finaliza.

Leia esta e outras matérias em nossa banca digital http://issuu.com/revistafranquia

 

 

 



Outros artigos de notícias do mesmo mês